REGISTO PROFISSIONAL

O registo profissional de Técnico de Diagnóstico e Terapêutica nos termos do artigo 4º e 5º, do Decreto-Lei n.º 320/99, de 11 de Agosto é obrigatório.

O registo é feito na Administração Central dos Serviços de Saúde no Departamento de Gestão e Planeamento de Recursos Humanos – Unidade Regimes de Trabalho e Exercício Profissional. http://www.acss.min-saude.pt//2016/09/20/tecnico-de-diagnostico-e-terapeutica/

Obter reconhecimento para trabalhar em Portugal

Para pedir o devido reconhecimento para trabalhar no país, tendo licenciatura numa universidade estrangeira, deverá entregar os seguintes documentos nos serviços da ACSS (Parque de Saúde de Lisboa), presencialmente ou via correio.

O procedimento para obtenção de reconhecimento varia de acordo da proveniência do candidato. No site da ACSS poderá aceder a informação e documentação necessária para proceder à instauração do processo para CIDADÃOS DA UE, para CIDADÃOS BRASILEIROS ou para CIDADÃOS COM FORMAÇÃO ADQUIRIDA EM PAÍSES TERCEIROS

Conhecimento da língua portuguesa

De acordo com o artigo 48.º da Lei n.º 9/2009 de 4 de março, os profissionais das profissões das áreas de diagnóstico e terapêutica que tenham obtido a sua formação em país estrangeiro, deverão comprovar o nível de conhecimento da língua portuguesa através dum comprovativo a ser entregue, de preferência junto ao pedido de reconhecimento de qualificações ou da cédula profissional. O nível necessário é o B2 de acordo com Common European Framework of Reference for Languages.  

 

Professional Registration

The professional registration of Diagnostic nd Therapeutic Technicians under the terms of articles 4th and 5th of Decree-Law 320/99, August 11th is mandatory.

Registration is made with Administração Central do Sistema de Saúde, Department of Human Resources Management and Planning - Work and Exercise at http://www.acss.min-saude.pt//2016/09/20/tecnico-de-diagnostico-e-terapeutica/

Get recognition for working in Portugal
In order to apply for recognition to work in Portugal, with a degree from a foreign university, you must submit the following documents to ACSS, in person, by post or email.

The procedure for obtaining recognition varies according to the applicant's provenance. On the ACSS website you will be able to access the information and documentation necessary to start the process for EU CITIZENS, BRAZILIAN CITIZENS, or for CITIZENS WITH PROFESSIONAL QUALIFICATIONS ACQUIRED IN THIRD COUNTRIES


Acquaintance on Portuguese language

According with article 48th of Law no. 9/2009, March 4th, all professionals of the diagnostic and therapeutic areas who have obtained their qualifications in a foreign country should make prof of their command of the Portuguese language through a specific document, which should be attached to the qualifications’ recognition request or professional license request. The required level is B2 according to the Common European Framework of Reference for Languages.

 

Files: