Direito de resposta da APHO à notícia “As profissões mais bem pagas (que não pedem curso superior)“

31/01/2019

Exmo. Senhor Pedro Lucas

Diretor da revista Men’sHealth

Tendo a APHO (Associação Portuguesa de Higienistas Orais) tido conhecimento da publicação de um artigo, intitulado “As profissões mais bem pagas (que não pedem curso superior)” publicada no site da revista Men’s Health, em (https://menshealth.pt/novidades/sem-curso-profissoes-mais-bem-pagas/) bem como na página da rede social Facebook, ambas nos dia 24 de janeiro de 2019, e na qual, entre outras, era referida a profissão de Higienista Oral, vem a APHO (Associação Portuguesa de Higienistas Orais), ao abrigo do previsto pelo artigo 37.º, n.º 4 da Constituição da República Portuguesa e pelos artigos 24.º a 27.º da Lei n.º 2/99 de 13 de janeiro (Lei da Imprensa), exercer o seu direito de resposta e retificação à referida publicação.

A Associação Portuguesa de Higienistas Orais esclarece que para o exercício da profissão de Higienista Oral em Portugal é exigida formação superior, desde 2001 pela Deliberação 1364/2001, de 23 de Agosto.

A licenciatura em Higiene Oral compreende um ciclo de estudos de três anos, com 180 ECTS.

Pelo exposto não compreendemos a leviandade do tratamento no mencionado artigo da profissão de Higienista Oral sem o adequado e rigoroso enquadramento da profissão.

Convidamos V. Exa. a visitar a nossa página na internet em www.apho.pt, estando disponíveis para prestar todos os esclarecimentos no que se refere à atividade profissional dos higienistas orais.

Com os melhores cumprimentos,

A Direção da Associação Portuguesa de Higienistas Orais

Lisboa, 30 de janeiro de 2019